RIFAINA DESCARTA PERIGO APÓS PARTE DO RIO MUDAR DE COR

Acessos: 195

Começaram a circular na segunda-feira, 2, imagens de uma suposta contaminação do Rio Grande, em Rifaina. Junto com as fotos, um áudio também começou a ser compartilhado pelas redes sociais. Nele foi “comunicado” o início de uma investigação, onde a causa da cor diferente na água poderia ser uma bactéria, e que a população deveria evitar o contato.

No entanto, segundo o secretário de Governo de Rifaina, Alcides Diniz, o Cidinho, que tirou as fotos, testes foram feitos na água. Com isso, foram constatados que se tratam de cianobactérias, que surgiram após as chuvas que aconteceram na última semana. “A concentração maior é nos braços onde tem menor correnteza das águas. É comum no período de chuvas e acontece muito pelo aporte com as chuvas de matéria orgânica, que acabam sendo levadas para o lago.” 

Cidinho explica que esse tipo de bactéria não é prejudicial para aqueles que frequentam o local. Somente “quando oriundo de esgotamento sanitário.”

O secretário também lamenta a circulação do áudio, “que não é a realidade. É um fator natural.”